Estado

Vice-governador destaca atuação das polícias

Lincoln Tejota parabenizou instituição pela queda na criminalidade em momento de contenção de gastos em café da manhã da Polícia Civil, em Aparecida de Goiânia

O vice-governador Lincoln Tejota destacou, durante café-da-manhã em homenagem ao Dia do Policial Civil realizado na quinta-feira (9) no auditório da Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia (Aciag), o empenho da instituição em um momento de contenção de gastos por qual passa o Estado de Goiás. “O momento difícil exige de nós criatividade. Não tem ninguém sendo mais criativo que nossas forças de segurança pública. Os resultados são notórios e faço questão de citá-los. Isso é fazer mais com pouco. Estes resultados são fruto do esforço do governo e de nossos policiais”, disse.

Durante o evento, Lincoln citou os avanços da polícia durante o primeiro trimestre de 2019. Ele destacou as mais de 8 mil prisões em flagrante e outras 1,2 mil prisões em operações diversas, totalizando mais de 10 mil prisões, efetuadas pela Polícia Civil. Lembrou também dos 21 mil inquéritos instaurados pela Polícia Civil em Goiás somente neste ano, com a apreensão de mais de 14 toneladas de drogas em todo o Estado. Além disso, comemorou a diminuição em 28% o número de homicídios, quando comparado com o mesmo período do ano passado.

“Sabemos das limitações financeiras do Estado, mas, por outro lado, também temos conhecimento da demanda crescente e justa da nossa população”, disse. “Um caso é o de Aparecida de Goiânia, que, com aumento da oferta de emprego, e da população, também registrou o aumento dos problemas. A população bate na porta do poder público porque ela, a população, está fazendo o dever, pagando seus impostos. Como gestores públicos temos que fazer também o dever de casa. E, digo com orgulho, que a polícia está fazendo o dela”, celebrou.

O vice-governador também ressaltou que é preciso da união dos poderes constituídos para que haja uma verdadeira mudança da sociedade contra a impunidade. “Não dá mais para prender bandido e, devido a uma legislação ultrapassada, ele ser solto no momento seguinte. Por isso precisamos unir os poderes e fazer a mudança que o país quer”, salientou.

A delegada da 2ª Regional da Polícia Civil do Estado de Goiás, Cybelle Tristão, destacou o trabalho do governador Ronaldo Caiado e do vice-governador em prol das forças de segurança do Estado. “Lincoln tem apoiado a causa da segurança pública e se colocou à disposição da Polícia Civil para nos ajudar e contribuir para a melhoria da nossa instituição. Contamos com sua parceria”, disse.

A Polícia Civil do Estado de Goiás possui hoje um efetivo de 3.198 policiais, sendo 342 delegados, 1.552 agentes, 1.099 escrivães e 2015 papiloscopistas, distribuídos em 346 delegacias ativas em todo o Estado. Os papiloscopistas trabalham no Instituto de Identificação. Em janeiro deste ano, o governador Ronaldo Caiado enviou à Assembleia Legislativa projeto de lei reestruturando as carreiras das forças policiais goianas, extinguindo a terceira classe para os soldados militares e reestruturando a carreira de 400 escrivães e agentes da Polícia Civil.

Related Articles