Aparecida de Goiânia

Uso de álcool e imprudência no trânsito

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 1,25 milhão de pessoas morrem, no mundo, por ano em acidentes de trânsito, e desse total metade das vítimas são pedestres, ciclistas e motociclistas

Um dos objetivos da Agenda para o Desenvolvimento Sustentável 2030 é sobre segurança no trânsito, que prevê reduzir para a metade o número global de mortes e lesões causadas por acidentes de trânsito até 2020.

O trânsito brasileiro é o quarto mais violento do continente americano, segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Dentro do País, São Paulo é o Estado com maior número de óbitos no trânsito e dirigir alcoolizado é a segunda maior causa. Pensando em diminuir o número de acidentes, foi publicada em 2017 a Lei Ordinária 13.546, do Código de Trânsito Brasileiro, que aumenta a punição para o motorista que causar morte dirigindo alcoolizado. Ou seja, a pena, que antes era de 2 a 4 anos de detenção, passa para 5 a 8 anos de reclusão.

O professor Ricardo Abrantes do Amaral, do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP, fala sobre as razões de as pessoas continuarem bebendo e dirigindo, mesmo sabendo de todos os riscos e consequências: é apenas imaturidade ou as campanhas de conscientização não cumprem as suas funções? Em resposta ele diz que as pessoas vê a lei como se fosse para outros e não para elas, se sentindo autoconfiante que ela é capaz de continuar na mesma prática beber embriagado e dirigir, por talvez nunca nada grave ter acontecido com elas no trânsito, até que o dia fatal chega. A professora Maria Abigail de Souza, do Departamento de Psicologia Clínica do Instituto de Psicologia da USP, acredita que dirigir alcoolizado é um problema cultural da nossa sociedade.

Devemos pensar duas vezes antes de assumir o volante sob o efeito da ingestão de álcool. Gosta de beber? Quer um conselho de amigo, seja responsável, e chame um UBER ou TÁXI, para levar você no bar e trazer de volta para sua casa. Você estará resguardando a sua vida e a vida de outro de acidentes de trânsitos por imprudência.

A lei é para todos.

Fonte: Onomar Novais / Proprietário das Auto Escolas Puma
https://www.facebook.com/onomarnovaisporaparecida/

Related Articles