Goiânia

SEAD assegura nível de qualidade no atendimento do Vapt Vupt

Para sanar dúvidas dos deputados estaduais sobre a segunda etapa da Reforma Administrativa do Poder Executivo, técnicos da Secretaria de Estado de Administração (SEAD) compareceram na terça-feira, 7, à Comissão Mista da Assembleia Legislativa de Goiás. Participaram a superintendente executiva Lara Garcia Borges Ferreira, e o chefe de Gabinete Bruno Magalhães D’Abadia, além dos procuradores Bruno Bizerra de Oliveira e Emília Munhoz Gaiva.
A extinção da gratificação GDVV nas unidades Padrão Vapt Vupt, selo designado aos órgãos que prestam atendimento ao público seguindo as diretrizes do Vapt Vupt (Detran, Juceg, Secretaria da Economia, entre outros) foi um dos pontos esclarecidos aos parlamentares. Integrante da Comissão que elaborou a proposta de reforma, a gestora da SEAD, Lara Garcia Borges Ferreira explicou que a medida refere-se tão somente aos servidores destas unidades específicas. São pessoas contratadas que, apesar do selo Vapt Vupt, fazem unicamente atendimento a demandas de serviços da própria Secretaria a que estão lotadas. As gratificações de servidores que prestam atendimento nas unidades multifuncionais não vão sofrer alterações.
Os membros da SEAD reiteraram a manutenção do selo Vapt Vupt nas unidades denominadas Padrão, mesmo com as modificações acerca da gratificação. O chefe de Gabinete da Secretaria, Bruno Magalhães D’Abadia, confirmou que os serviços prestados, apesar de seguirem as normas de atendimento do Vapt Vupt, estão atrelados ao órgão a que pertencem, não exercendo qualquer vínculo com a Secretaria da Administração, responsável pela gestão das unidades que oferecem atendimento de multisserviços.
Lara Garcia ressaltou que o Governo de Goiás assegura que a qualidade na prestação do serviço será mantida, uma vez que o conjunto de regras e normas que aferem o desempenho dos atendimentos continuarão sendo aplicadas de forma contínua. Lara esclareceu que a excelência no atendimento não está atrelada à gratificação de função. As unidades do interior do estado não sofrem qualquer tipo de alteração. Foto: Sérgio Rocha / ALEGO

Related Articles