Polícia

Operação policial retira do ar 15 páginas usadas para golpes na internet

Quinze pessoas vão responder por estelionato

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos, deflagrou na quinta-feira, dia 16, uma operação que resultou na identificação de 15 pessoas que mantinham grupos no Facebook, que eram usados para aplicar golpes na venda de veículos pela internet. Todas as páginas foram retiradas do ar por meio de via judicial.

De acordo com as investigações – que tiveram início há quatro meses -, juntas, as páginas contavam com mais de um milhão de seguidores. Os suspeitos enganavam pessoas de diversos municípios goianos. Foram identificadas, até o momento, mais de 20 vítimas. No entanto, a Polícia Civil suspeita de que o número seja maior.

As páginas eram utilizadas para vários tipos de golpe. “Os suspeitos ofereciam até mesmo cartões clonados, além de dinheiro e diplomas falsos. Uma delas oferecia e negociava carros que não existem”, afirma a delegada Sabrina Lélis.

Os 15 suspeitos serão indiciados por estelionato. Dois deles foram flagrados com uma espingarda e uma pistola sem registro. Ambos vão responder, também, por posse ilegal de armas de fogo.

Combate a golpes virtuais

Todas as forças policiais apertaram o cerco contra estelionatários. Na última semana, por exemplo, a Polícia Civil desarticulou uma associação criminosa responsável por aplicar golpes por meio do aplicativo de compra e venda pela internet OLX. Os suspeitos teriam causado R$ 300 mil de prejuízo às vítimas.

Related Articles