Estado

Nova diretoria da GoiásFomento assume a gestão com foco na redução das desigualdades sociais

O compromisso com a transparência e com a ética foi firmado pelos recém empossados, o diretor-presidente e o diretor de operações. Eles também falaram sobre a dedicação em fazer da Agência de Fomento de Goiás S/A, a GoiásFomento, referência nacional de fomento ao empreendedorismo

Foram empossados, nesta terça-feira, 9, os novos diretores: presidente e de operações, da Agência de Fomento de Goiás S/A, a GoiásFomento. A solenidade aconteceu na sede da agência, na Avenida Goiás, Centro de Goiânia. Assumiu o cargo de diretor-presidente o servidor de carreira do Estado, que é gestor fazendário, Rivael Aguiar e na diretoria de operações o administrador de empresas Fernando Freitas.

Estiveram presentes na cerimônia várias autoridades, a exemplo do secretário de Indústria, Comércio e Serviços de Goiás Wilder Morais, da prefeita de Buritinópolis Ana Paula Soares, do secretário municipal de finanças de Goiânia Alessandro Melo, o secretário municipal de projetos e captação de recursos de Aparecida de Goiânia Einsten Paniago, além dos gerentes gerais do Banco do Brasil Rui Barbosa e da Caixa Econômica Federal Osvaldo Ribeiro, entre outras autoridades.

Durante o discurso de despedida, Alexandre Tocantins, que estava deixando o cargo de diretor-presidente da GoiásFomento, agradeceu a oportunidade de ter ficado a frente da instituição e destacou o papel fundamental de desenvolvimento social exercido pela Agência. “A concessão de créditos para micro e pequeno empreendedores também é responsável por promover inclusão social e cidadania”, lembrou.

O diretor de operações empossado Fernando Freitas Silva falou sobre a disposição para construir projetos maiores dos que já existem na GoiásFomento. O administrador de empresas, por meio de uma observação técnica, disse que a intenção é de unir esforços para estudar possibilidades de novos programas, reformular as ideias que já existem, com objetivo de otimizar o atendimento da agência, e implantar novas linhas de crédito. Outro ponto defendido por Fernando é a ampliação do atendimento da agência para que ela esteja “presente nos 246 municípios do Estado de Goiás”.

Já Rivael Aguiar Pereira, que foi empossado como diretor presidente da GoiásFomento, disse que encara a missão de gerir a Agência de Fomento de Goiás S/A com o propósito de ir além de todas metas já alcançadas. Ele assume com foco em fazer da instituição um dos principais indutores para a geração de emprego e renda no Estado. “Vamos desempenhar um papel estratégico no combate das desigualdades sociais e contribuir com a melhoria na qualidade de vida dos goianos”, garante.  Ele disse ainda que a primeira ação a frente da agência será com objetivo de otimizar o tempo nos processos de concessão de crédito: “Nosso objetivo é trabalharmos com uma redução do prazo médio de concessão de crédito dos atuais 46 dias para 3 dias”, salientou.

Representando o governador Ronaldo Caiado, o secretário de Indústria, Comércio e Serviços Wilder Morais finalizou a solenidade de posse. Durante o discurso, Wilder disse da alegria de participar do evento. Ele relembrou o período que coordenou a transição de governo e que contou com a participação efetiva do atual diretor-presidente da Agência de Fomento de Goiás S/A. Wilder contou que só foi possível o acesso aos números e aos gargalos enfrentados pelas secretarias porque teve ajuda de profissionais de carreira que estavam dispostos a reconstruir Goiás, a exemplo de Rivael.

O secretário de Indústria, Comércio e Serviços afirmou que possui as melhores expectativas em relação a gestão dos novos diretores da GoiásFomento. Wilder, que é conhecido pelo sucesso empresarial, lembrou que, com o dinheiro que existe disponível para empréstimo na agência, a economia goiana vai movimentar, além de dar oportunidade para micro e pequenos empresários de investir no próprio negócio. “Eu tenho certeza que a gestão dessa nova diretoria será em conformidade com todos preceitos legais. Eu espero que a Goiás Fomento seja, ao lado da SIC, propulsora do empreendedorismo no nosso Estado. Estamos trabalhando para suporte as empresas já existentes e apoio para abertura de novas, para aumentar a geração de emprego e melhorar a distribuição de renda em Goiás”, arrematou.

Related Articles