Aparecida de Goiânia

Em Aparecida, tecnologia informará aos usuários de transporte público o nível de lotação de ônibus

Aparecida de Goiânia será pioneira na implantação do sistema que faz parte do projeto “Cidade Inteligente”

O plano de tornar Aparecida de Goiânia em uma cidade digital segue a passos largos. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, reuniu com a turma de Engenharia de Transportes da Universidade Federal de Goiás (UFG), Campus Aparecida, para dar início ao projeto “Indo e Vindo”, que está dentro do projeto “Cidade Inteligente”. O projeto se baseia na implantação de um sistema de informação de fluxo de ônibus: que determina locais e horários de chegada em cada ponto, além de informar aos usuários de transporte coletivo o nível  de lotação de cada ônibus.

“É uma tecnologia que vai impactar a vida de milhares de aparecidenses na medida que eles terão um deslocamento e uma mobilidade mais confortável  ao prever o horário de chegada de seus ônibus mas também a quantidade de passageiros que os ônibus estarão transportando”, destacou o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, professor Cleomar Rocha.

Segundo o secretário, a articulação entre o poder público municipal e as instituições de ensino superior são importantíssimas. “Esse convênio é importante, principalmente na área de Ciência e Tecnologia e Inovação, uma vez que esse tipo de vinculação possibilita o desenvolvimento de tecnologias próprias com fortalecimento na área de pesquisa no município”, ressaltou o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Cleomar Rocha.

Como parte do projeto, a Prefeitura disponibilizará aos alunos os equipamentos para a montagem e início da execução do projeto. “É uma espécie de microcomputador que será colocado dentro dos ônibus. Com a entrega dos kits o projeto entrará na fase de estudo, testes e calibragem dos equipamentos, e após  nove meses iniciaremos as instalações. Até lá nós devemos já possuir uma série de recursos alinhado ao projeto Cidade Inteligente já em implementação em Aparecida”, salientou.

Segundo o professor de Sistemas de Transportes Inteligentes, Marcos Roriz, além da  contagem dos passageiros, haverá outras vantagens na implantação do Indo e Vindo. “Os técnicos terão registro da origem e destino das pessoas, contabilizando a demanda de passageiros de cada região e isso contribuirá com o planejamento para otimização do transporte público e melhorias na mobilidade urbana”, explica.

“Um dos principais problemas do transporte público é o da lotação. Pensando nisso criamos um sistema que fará, sobretudo, a contagem de passageiros dentro do ônibus e as pessoas poderão acompanhar em tempo real a situação do veículo que desejam utilizar através dos displays que serão instalados nos pontos ônibus. Outra possibilidade é a criação de um aplicativo de celular para pessoa ter essas informações antes mesmo de sair de casa”, reiterou o professor. Fonte: Rackel Vieira

 

Related Articles