Artigo

Cuide de seus olhos

Oftalmologista Humberto Borges

Com o tempo seco e a baixa umidade do ar, em Goiás, os alertas aumentam. O fenômeno estimula a proliferação de bactérias, vírus e fungos que provocam comprometimentos à saúde, tais como infecções e alergias, quase sempre agravados pela poluição urbana e pelas queimadas .Nos consultórios, é maior a procura de pacientes com problemas oftalmológicos. Crises alérgicas, principalmente a conjuntivite e a síndrome do olho seco são os males mais recorrentes. No mês de julho, foram 1701 queimadas registradas pelo Corpo de Bombeiros, em Goiás, e isso é um agravante.

Um dos problemas que mais atendemos é o olho seco, uma deficiência na quantidade de lágrimas produzida e que irrita muito. Pelo menos 50% da população acaba sofrendo um desconforto nessa época. A síndrome do olho seco acomete em geral mulheres durante e após a menopausa, e ainda, pessoas que sofrem de doenças inflamatórias ou hormonais ou distúrbios da tireóide.A conjuntivite também é preocupante.

O mais recomendado aos pacientes, com algum tipo de alergia por causa do tempo seco, é o o colírio de lágrima artificial. Mas, mesmo que o desconforto esteja grande, não use colírios antibióticos ou com corticóide sem acompanhamento médico. Busque ajuda de um especialista para que você possa resolver o incômodo da maneira mais correta, afastando o risco de problemas futuros. Cuide bem dos seus olhos!

Related Articles