Aparecida de Goiânia

Canteiros de Aparecida sofrem ação de vandalismo e crime contra o patrimônio é investigado pela polícia

Prefeitura pede ajuda da população na fiscalização e cuidados com os canteiros que passarem por revitalização

Tornar a cidade mais agradável para se viver é um dos deveres da administração pública. E para isso, a Prefeitura de Aparecida de Goiânia, por meio da secretaria de Desenvolvimento Urbano, realiza a ação de embelezamento das ruas, canteiros centrais e rotatórias do município. O projeto de embelezamento começou pela Avenida Atlântica no Jardim Tropical, já passou pela Avenida Jataí no Jardim Bela Vista e chegou na Alameda do Almeida no Jardim Luz.

Mas devido a ação de vândalos e criminosos, este processo está se tornando caso de polícia. Isso porque a Polícia Civil investiga o furto de plantas, vasos, peças decorativas e atos de vandalismo ocorridos na Alameda do Almeida no Jardim Luz, em Aparecida de Goiânia. Foram furtados do local, na madrugada dos dias 2 e 4 de maio, bacias de cimento e carrinhos de mão de madeira usados na decoração da praça.

O crime contra o patrimônio público foi registrado em Boletim de Ocorrência no 5º Distrito Policial da cidade. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano, Max Menezes, o prejuízo contra o patrimônio público é grande. “Estamos fazendo um trabalho de embelezamento da cidade, colocando vasos, preparando as avenidas, praças e canteiros públicos, conforme determinação do prefeito Gustavo Mendanha. Ficamos tristes quando deparamos com essa situação”, comentou.

Max Menezes ressalta que agora a Alameda está sem a decoração, pois o processo para aquisição de novos objetos de paisagismo ainda está em andamento para que seja realizada a reposição, o que gera mais gastos para o patrimônio público. Ele faz um apelo aos moradores que vivem próximos aos locais que estão sendo revitalizados para que ajudem na fiscalização e que denunciem qualquer ato de vandalismo ou furto.

“Precisamos da colaboração da comunidade para que nos ajude a fiscalizar e a denunciar tanto para a Guarda Civil Municipal quanto para a Polícia Militar quando flagrarem alguma atitude suspeita. Assim que iniciamos esse processo de embelezamento tivemos as flores da Avenida Atlântica furtadas e agora vasos e objetos de decoração também foram levados. Esses crimes contra o patrimônio público não podem ficar sem solução, pois quem perde é a população”, sublinhou.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, o secretário anunciou que denunciaria o caso à polícia, o que foi feito e agora as imagens das câmeras de segurança dos prédios e comércios vizinhos ao canteiro da Alameda do Almeida estão sendo investigadas. “Nosso objetivo ao denunciar o crime é de que ele não fique impune e quem pague por ele seja o contribuinte. Ainda temos muito o que fazer pela cidade, mas é preciso que todos ajudem a cuidar destes espaços, pois também somos responsáveis pelo patrimônio do município”, salientou ele.

Embelezamento

O objetivo da Prefeitura é de deixar a cidade mais bonita e aconchegante para quem mora em Aparecida. A ação tem um custo mínimo pois os materiais usados são de reciclagem, como pedriscos, toras de madeira e pneus. O projeto conta com a implantação de caminhos de flores cercado por bolachas de madeira, floreiras feitas com cochos de madeira e caminho para passeio com os pedriscos, além da implantação das lixeiras ecológicas.

Vandalismo

A destruição de bens públicos é um dos atos infracionais tipificados como crime contra o patrimônio público e pode sujeitar o infrator a penas como multa ou detenção. Por isso a Prefeitura de Aparecida iniciou uma campanha de conscientização dos moradores e está pedindo ajuda para que os vândalos sejam identificados e punidos. As denúncias podem ser registradas anonimamente pelo telefone 3545-6040. Fonte: Rodrigo Augusto

Related Articles