Estado

Caiado garante a empresários coreanos apoio para acelerar instalação de usina em Goiás

Representantes das empresas KSB e Enspire Group apresentaram o projeto e o cronograma para instalação da usina fotovoltaica ao governador e farão nova visita a São João d’Aliança

“Caberá ao Estado de Goiás dar toda a ajuda e dedicação para realizarmos esse projeto”, afirmou o governador Ronaldo Caiado em reunião com representantes da empresa sul-coreana KSB e do grupo de investimentos Enspire Group. A quarta visita da comitiva simboliza mais uma etapa concluída para a instalação da usina fotovoltaica em São João d’Aliança, no Nordeste de Goiás.
Desta vez, os representantes entregaram ao governador o projeto para implantação da empresa e farão nova visita ao local, que contará com 18 milhões de metros quadrados, para captação de novos dados. Para dar mais celeridade ao processo, Ronaldo Caiado garantiu aos sul-coreanos que a administração estadual dará o auxílio necessário.
“Destacaremos uma equipe dentro do governo, especialmente para tratar dos projetos sul-coreanos. Temos total interesse na instalação das empresas para poderem gerar tecnologia e qualificação de mão de obra no nosso Estado, assim como a energia renovável”, ressaltou o governador.
O secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Adriano da Rocha Lima, destacou o engajamento dos representantes para a usina seja implantada de forma ágil, que beneficiará em muito o Estado. “Já estão com a empresa constituída e agora trouxeram outros investidores de diversos locais do mundo, empresa de grande porte, multinacionais, para também investir em Goiás e estão com a disposição de andar o mais rápido possível para ter o quanto antes a usina em operação”, disse.
Durante a reunião, o CEO da KSB Brasil, José Vieira, apresentou a eficiência e objetivo do projeto; o plano de construção e manutenção da usina; como funciona a geração de energia solar; e mostrou empreendimentos já realizadas em outros países. Ao todo, a empresa soma projetos em 24 países.
“Escolhemos Goiás porque o Estado tem uma ótima localização para a produção de energia solar. Também vemos que o governo apoiou mais de 400 projetos de energia fotovoltaica, um segmento que está crescendo”, afirmou José Vieira.
A estimativa é de que sejam investidos cerca de U$ 2 bilhões – aproximadamente R$ 8 bilhões – e promova, inicialmente, a criação de 1 mil empregos diretos. A usina também fomentará desenvolvimento e oportunidade à região do Nordeste de Goiás, o que é fundamental para mudar a realidade do município, segundo a prefeita de São João d’Aliança, Débora Barros.
“Isso levará uma grande transformação para todo o Nordeste goiano, que sempre foi considerada uma região de menor Índice de Desenvolvimento Humano, uma região sem emprego, conhecido como corredor da miséria. Hoje, com essa oportunidade, investimento, e, claro, com um olhar atento do governador Ronaldo Caiado, acredito que ele está com  cartão na mão para transformar a área em uma região da prosperidade”, destacou.
O governador reforçou o potencial de Goiás para alcançar novos investimentos. “É um Estado em crescimento. As regiões Sul e Sudeste do País já atingiram o seu potencial máximo e o Centro-Oeste e Norte serão as grandes fronteiras de desenvolvimento”. E completou: “Tenho pressa em levar ao Nordeste goiano mais qualidade de vida e cidadania”.
O presidente da KSB, Park Jong Bok, agradeceu a parceria salientou que a equipe sul-coreana trabalhará em parceria com o governo de Goiás. “Vamos trabalhar juntos, principalmente para que o Estado nos auxilie com instruções de como deve ser feito todo o processo.”
Turismo
A transformação da economia na região deverá ocorrer em todas as áreas, entre elas a infraestrutura e o turismo. O projeto prevê a construção de um parque temático em São João d’Aliança, com perspectiva de se tornar referência nacional e que disponibilize ao visitante diversas atividades de lazer. A própria usina fotovoltaica será uma atração aos visitantes.

Related Articles