Aparecida de Goiânia

Empossados novos gestores das escolas municipais de Aparecida

A Prefeitura de Aparecida de Goiânia, por meio da secretaria de Educação, Cultura e Turismo, empossou na noite desta terça-feira, 10, os novos gestores escolares da rede de ensino do município para o biênio 2020 e 2021.  Ao todo foram empossados 94 diretores e 63 coordenadores gerais escolhidos na eleição direta realizada no dia 29 de novembro em todas as unidades escolares de Aparecida de Goiânia.

O prefeito Gustavo Mendanha participou da solenidade de posse e parabenizou os eleitos, propondo um novo desafio aos servidores. “Aparecida teve melhora em diversas áreas e uma delas foi na educação. Mas não existe nada que seja bom que não possa ser melhorado,  quero desafiá-los a buscar a excelência. Que vocês desenvolvam projetos, ideias inovadoras e busquem ainda mais junto aos professores, qualidade no ensino e proficiência nas disciplinas básicas”, ressaltou o prefeito que prometeu adiantar o pagamento do vencimento base antes do prazo obrigatório. “Antes mesmo do natal, até o dia 23 de dezembro, estará na conta”, prometeu o gestor municipal.

As normas para a gestão democrática nas unidades públicas de ensino de Aparecida são instituídas na Lei nº 3.446/2018. Os candidatos obedeceram os critérios de perfil para gestão escolar, bem como os das Diretrizes Gerais de Organização e Funcionamento da Educação Municipal. Entre os pré-requisitos para a concorrência dos cargos está a participação do curso de capacitação sobre gestão escolar, com carga horária de, no mínimo, 80 horas, oferecido pela Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Turismo, apresentando aproveitamento de, no mínimo, 75% de frequência e atender aos demais requisitos estipulados em Edital, elaborado pela Comissão Eleitoral Central.

“Dos 600 que iniciaram o curso, 280 conseguiram a certificação. No curso eles elaboram um plano de gestão, tiveram capacitação em Recursos Humanos, Merenda, Administração Financeira, Prestação de Contas, de Programas e Projetos, aprenderam o funcionamento da Rede de Educação e da escola que iria trabalhar. Então todos que se candidataram estão devidamente preparados para a função”, explicou a secretária de Educação, Cultura e Turismo, Valéria Pettersen.

Reeleito diretor da Escola Municipal de Educação Integral Retiro do Bosque (EMEI), José Isaías de Souza Silva, conta que sua gestão terá como desafio manter o título de melhor instituição de ensino da categoria.“Tenho muito orgulho da minha trajetória na educação de Aparecida. Foram sete anos dedicados à essa escola que é referência para todos os Emeis do estado. A forma de trabalhar agora será nova, principalmente por causa da visão da atual gestão que é transformar Aparecida em uma cidade inteligente. Essa inteligência vamos levar para o EMEI Retiro do Bosque”, comentou o gestor.

No total, Aparecida possui 58 Escolas Municipais, 31 Centros de Educação Infantil (CMEI) e cinco Escolas Municipais de Educação Integral (EMEI). A gestão dos Cmeis é composta por apenas um diretor e o restante das unidades com um diretor e um coordenador geral. Além da posse dos novos gestores escolares,  os membros da Comissão Eleitoral Central receberam o diploma de Benemérito pela condução das eleições de forma democrática. A Comissão é formada por representantes da Câmara de Vereadores, Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), professores, pais de alunos da rede municipal e dos comandos de luta.

O presidente do Sintego, Valdeci Português, que fez parte da Comissão, elogiou a educação de Aparecida, da forma que é conduzida pela administração municipal. “Aparecida de Goiânia é o único município do Estado de Goiás que têm o plano de carreira justo para o setor administrativo, graças ao prefeito Gustavo Mendanha e aos vereadores que aprovaram a lei que respalda esses servidores. Temos que reconhecer que Aparecida tem se destacado e tem valorizado os professores”, disse.

De acordo com o presidente da Comissão Eleitoral Central, o vereador Willian Panda (PCdoB), a votação em peso das comunidades foi fundamental para eleição dos gestores escolares. “Cinquenta por cento dos votos eram de direito da comunidade local e cinquenta por cento restante por parte dos professores, mas a quantidade de pessoas da sociedade civil que votaram nas escolas, foi muito significativa.  Com isso fica claro que estamos no caminho certo, que os professores estão tendo aprovação da comunidade”, ressaltou o parlamentar.

Participaram também da solenidade, os vereadores Arnaldo Leite (MDB), Elias Junior (PDT), Leandro da Pamonharia (PV), Lelis Pereira (DEM), Cláudio do Nascimento (PRB), Rosildo Manoel (PP).

Fonte: Rackel Vieira

Related Articles