CidadeEntretenimentoSenador Canedo

Goiás Turismo apresenta projeto Trem Cultural que passará por Senador Canedo

Goiás Turismo detalhou o projeto para membros do MP

Goiás Turismo detalhou o projeto para membros do MP

A Goiás Turismo apresentou ao Ministério Público de Goiás, em reunião na semana passada, o projeto Trem Cultural e Turístico da Região da Estrada de Ferro. O objetivo da apresentação foi obter o envolvimento dos promotores que atuam nos municípios da região para a mobilização que o projeto necessitará. Na exposição feita pelos gestores do órgão, foi detalhado o que é a iniciativa, suas metas, a etapa em que o projeto está, os benefícios e impactos que trará para os municípios englobados.

Organizada, no âmbito do MP, pela Área do Meio Ambiente e Consumidor do Centro de Apoio Operacional (CAO), a reunião contou com a participação dos promotores Marta Moriya Loyola e Glauber Rocha Soares, de Senador Canedo, e Fabrício Roriz Hipólito, de Pires do Rio. Também estiveram presentes a subprocuradora-geral de Justiça para Assuntos Institucionais do MP, Laura Maria Ferreira Bueno; os assessores da Subprocuradoria Steve Gonçalves Vasconcelos e Lílian Conceição Mendonça de Araújo, e o coordenador da Área do Meio Ambiente e Consumidor do CAO, Delson Leone Júnior.

Entre os gestores do Estado, estiveram presentes o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Borges Amaral; o presidente do Consórcio Intermunicipal de Cultura e Turismo da Estrada de Ferro, José da Slva Faleiro, e o superintendente do Instituto do patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Alysson Ribeiro e Silva Cabral.

No encontro, a subprocuradora Laura Bueno pontuou que o projeto apresentado pela Goiás Turismo tem conexão com a atuação do MP-GO, já que cabe à instituição a atribuição de defesa do patrimônio histórico e cultural. Os promotores presentes aproveitaram para fazer questionamentos sobre detalhes do projeto.

Os gestores explicaram na reunião que a iniciativa envolve um consórcio entre os municípios da Região da Estrada de Ferro. Criado em 2015, esse consórcio teve o interesse inicial de apenas 5 municípios, mas, atualmente, conta com 12 cidades: Caldazinha, Bonfinópolis, Leopoldo de Bulhões, Silvânia, Vianópolis, Orizona, Pires do Rio, Santa Cruz, Urutaí, Ipameri, Goiandira e Catalão. A ideia é que, com a integração de esforços, seja implantado um trem cultural que percorra o trajeto da linha férrea que liga esses municípios, criando uma rota de valorização da cultura regional.

O projeto encontra-se, atualmente, na fase de finalização do edital para contratação de empresa visando à realização do estudo de viabilidade técnico econômico-financeiro.

Encaminhamentos
Ficou deliberado no encontro que o material da apresentação será repassado aos promotores dos municípios englobados pelo projeto e que não puderam participar do encontro. Assim, receberão a apresentação promotores de Leopoldo de Bulhões (que tem Bonfinópolis como distrito), Silvânia, Vianópolis, Orizona, Urutaí, Ipameri, Goiandira e Catalão. O encaminhamento será feito pela Área do Meio Ambiente e Consumidor. (Texto: Ana Cristina Arruda – Fotos: João Sérgio/Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

Related Articles