Artigo

Doze anos de saudade do Geraldo Padeiro

Maione Padeiro é presidente da Associação Comercial, Industrial e Empresarial da Região Leste de Aparecida de Goiânia (ACIRLAG)

Hoje peço licença para escrever sobre uma pessoa muito especial em minha vida, sobre meu pai, Geraldo Magela, mais conhecido como Geraldo Padeiro, que foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia. No dia 22 de novembro completam-se 12 anos de sua morte precoce, em um acidente de carro na rodovia BR-153 no município de Alvorada, Tocantins, quando ele ia para uma fazenda que possuía no Pará. 

Quando morreu, meu pai tinha 53 anos de idade e estava no quarto mandato de vereador por Aparecida de Goiânia, para onde se mudou em 1978. Geraldo Magela nasceu em Rio Paranaíba/MG, mas com um ano de idade veio com os pais, Pedro de Souza Cunha e Geralda Luzia da Cunha, para a cidade Araçu/GO. Em 1978, montou a Poligráfica, na Vila Brasília, iniciando, assim, sua relação com Aparecida de Goiânia que marcaria toda sua vida. 

Em 1984, estabeleceu-se como comerciante de panificadora na região da Vila Santa Luzia, onde passou a morar e ganhou o carinhoso apelido de Geraldo Padeiro. Era uma época sofrida e de grandes dificuldades, já que a região não possuía infraestrutura. Como tinha uma Kombi, ele ajudava os mais carentes no encaminhamento médico, dando pão e leite para pessoas que o procuravam. 

De coração generoso, conseguiu ajudar muitas pessoas com coisas básicas, como auxílio no momento do falecimento de um ente familiar, quando sempre estava presente. Assim era meu pai, um homem simples mas que jamais abandonava os amigos e conhecidos quando estavam em dificuldades.

Tudo isso foi possível porque ele tinha um relacionamento muito bom com o governo estadual, com importantes contatos e influência nos governos de Iris Rezende, Henrique Santillo, Maguito Vilela e Marconi Perillo. De tanto ajudar o próximo, foi convidado a ingressar na política e em 1992 lançou seu nome como candidato a vereador, sendo eleito pelo PMDB. 

Ele foi convidado pelo ex-prefeito Norberto Teixeira a entrar para política, porque ajudava muito a população da Região Leste de Aparecida. E era muito amigo de políticos proeminentes de então, incluindo os ex-deputados João Natal, Virmondes Cruvinel e Naphtali Alves. 

Geraldo Padeiro foi o primeiro vereador eleito pela região, reeleito mais três vezes, chegando a presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Aparecida de Goiânia, quando então era filiado ao antigo PFL, atual DEM, mesmo partido do hoje governador Ronaldo Caiado, que na época era deputado. 

O trabalho de meu pai se perpetuou após sua passagem para outro plano. Aqueles que conviveram com ele também colheram os frutos de suas boas ações. Alguns de seus assessores conseguiram se eleger para a Câmara Municipal, caso do vereador Almeida e do vereador Meinha (falecido este ano).

Essas memórias diminuem a saudade do filho, porque mostram que a vida de meu pai deixou um legado muito importante na Região Leste de Aparecida de Goiânia, especialmente no Setor Santa Luzia. Tanto que, após a morte dele, recebeu várias homenagens, que, afinal, o eternizam como um dos pioneiros do local. A avenida principal do Santa Luzia, antiga W5, hoje leva o nome de Vereador Geraldo Padeiro. A Unidade de Pronto Atendimento localizada no Parque Flamboyant também o homenageia com o nome de UPA 24 Horas Geraldo Magela Padeiro. Como meu pai era muito amigo de toda a corporação policial, de praça a oficiais, temos no Jardim Olímpico o primeiro prédio da Polícia Militar que leva nome de um civil, que hoje é o 39º Batalhão da Polícia Militar do Estado de Goiás Vereador Geraldo Padeiro.

Gostaria de ressaltar que meu pai contribuiu muito com o município, com o desenvolvimento econômico de Aparecida, em uma época em que a cidade era marcada pela ausência do poder público. Visionário, era um defensor da geração de emprego, da geração de renda em Aparecida de Goiânia e lutou muito pela Região Leste, pela região do Santa Luzia, se consolidando como o maior líder político local.

Dessa forma o desenvolvimento da região do Jardim Olímpico, Residencial Tocantins, Parque São Jorge tem uma parcela de contribuição de seu trabalho. Graças a essas ações e ao trabalho de seus moradores e empresários, hoje a Região Leste conta com uma Associação Comercial, Industrial e Empresarial, que luta para fortalecer um comércio pujante, melhorar a infraestrutura.

Tudo isso teve a contribuição primordial de Geraldo Padeiro, porque já então ele era um representante da ACIAG (Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia), a pioneira instituição industrial do município, onde tinha relacionamento muito estreito com seus dirigentes. E foi ele que trouxe para Aparecida de Goiânia o novo presidente da ACIAG, Leopoldo Moreira.

De todos os seus legados, o que dá mais orgulho a seus familiares foi a ajuda incondicional que ele ao longo de sua vida deu às pessoas carentes, especialmente em momentos de grave dificuldades. Meu pai partiu deixando cinco filhos, sendo três do primeiro casamento (o Eliézer, caçula, eu e o Marcelino) e duas filhas do segundo casamento  (Jordana e Geovana), além da viúva Célia Divina da Silva.

Maione Padeiro é presidente da Associação Comercial, Industrial e Empresarial da Região Leste de Aparecida de Goiânia – ACIRLAG.

Related Articles

Check Also

Close