Política

Professor Alcides assegura convênio para término dos 900 apartamentos da Chácara São Pedro

A retomada das obras dos 900 apartamentos dos Conjuntos Habitacionais Chácaras São Pedro I, II e III, em Aparecida de Goiânia, foi pauta de uma reunião na Superintendência Regional da Caixa Econômica Federal, em Goiânia, na sexta-feira, dia 8, pela manhã.

O deputado federal Professor Alcides (Progressistas), juntamente com o ex-deputado Euler Ivo e com o vereador Willian Panda, trataram do assunto com a superintendente executiva de Habitação da Caixa, Esteliana Modesto Fonseca, e sua equipe.

“Definimos que será renovado, na semana que vem, convênio da Caixa com a Agência Goiana de Habitação (Agehab) para terminarmos a obra o mais rapidamente possível”, informou Professor Alcides.

O Ministério do Desenvolvimento Regional já autorizou a retomada da obra e provisionou os recursos necessários. “Depende apenas dos últimos documentos que a Caixa está finalizando. A previsão é de retomada esse ano com conclusão a partir de maio de 2020”, disse Willian Panda.

“O Deputado Federal Professor Alcides e a bancada goiana foram imprescindíveis para chegarmos a esse momento. As 900 famílias de baixa renda beneficiadas aguardam ansiosamente para, enfim, terem seu direito a uma moradia digna”, acrescentou o vereador.

O trabalho foi paralisado por causa dos atrasos nos repasses do Governo Federal e da necessidade de atualização de planilhas de custo em função do tempo, mas agora o impasse está resolvido. “Pelo convênio, a Agehab investirá R$ 4,5 milhões e o Ministério do Desenvolvimento Regional outros R$ 16 milhões”, declarou o deputado.

Segundo Willian Panda, novos benefícios vão chegar à região. “O deputado federal Professor Alcides ainda garantiu emendas para início da construção do Cmei e da Escola Municipal para atender aos moradores na área doada pelas entidades organizadoras ao lado dos apartamentos. O Cmei já deve ser iniciado nos próximos meses”, destacou.

A obra começou em 2013 e está com 70% do serviço pronto. É uma iniciativa do Movimento de Luta Pela Casa Própria (MLCP), da Associação Cultura Educação Moradia Agronomia e Trabalho (Acemat) e da Associação de Combate Social (Acodes), em parceria com Programa Minha Casa, Minha Vida.

 

Agenor Modesto

Já a construção dos 208 apartamentos no Residencial Agenor Modesto segue em ritmo acelerado. Até agora foram liberadas quatros parcelas para a obra. “Habitação popular também é uma das minhas prioridades”, concluiu Professor Alcides.

Related Articles