Goiânia

Denúncias de focos de dengue terão prioridade em vistorias

População pode indicar locais com focos por meio de aplicativo com nova versão disponível

A nova versão do aplicativo “Goiânia contra o Aedes” vai agilizar tanto o envio das denúncias quanto a vistoria por parte dos agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) .

Com a atualização do app, foram reduzidos os campos obrigatórios para preenchimento. A partir de agora, quem quiser fazer uma denúncia não precisará se identificar ou colocar CPF.  Basta clicar no mapa de localização se tiver no local do foco ou colocar o endereço se tiver em outro local. Depois é preciso escolher entre as opções do tipo de denúncia. Fotos e vídeos, já existentes na versão anterior, foram mantidos e podem ser enviados com muita facilidade.

Além disso, um responsável fará o levantamento diário das denúncias e encaminhará para as equipes de endemias. As visitas também serão mais rápidas porque os distritos sanitários terão acesso direto às demandas que chegam ao aplicativo, o que agiliza as visitas aos locais apontados pelo cidadão.

O aplicativo apresenta pelo menos 10 tipos de denúncias sobre lotes, pneus, caixa d’agua, piscina, notificações de casos, imóveis abandonados e a opção “outros” com espaço para descrever detalhes da situação.

“As denúncias são prioridade para nós, pois a chance de encontrarmos um foco do mosquito através da indicação de um morador é muito maior do que as visitas aleatórias nas residências, então, a partir do momento que recebemos, já iremos encaminhar para a fiscalização dos agentes de endemias”, garantiu a Superintendente de Vigilância em Saúde da SMS, Flúvia Amorim.

O Ministério Público vai acompanhar o encaminhamento das denúncias. “Anteriormente não houve uma adesão satisfatória do cidadão devido à obrigatoriedade de se identificar com CPF ou email, agora nós estamos aqui para alertar e pedir o apoio de todos, para que façam a adesão e baixem o aplicativo para fazer as denúncias. Com muito trabalho é que vamos evitar que aconteça uma epidemia de dengue na capital”.

O app Goiânia contra o Aedes está disponível para os sistemas Android e IOS. O aplicativo foi proposto pelo Ministério Público e desenvolvido pela  Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria de Desenvolvimento e Tecnologia (Sedetec).

É importante lembrar que, além do aplicativo, a população pode denunciar casos de dengue pelo telefone do Centro de Zoonoses: 3524 3131.

De acordo com o último informe técnico divulgado pela SMS, foram registrados em 2019, até agora, 32.242 casos, com 12 mortes. Ainda há sete óbitos em investigação.

Adriana Moraes, da editoria de Saúde

Related Articles