EntretenimentoEsporte

Medina estreia com vitória em competição obrigatória para Tóquio-2020

Os três surfistas têm o objetivo de representar o Brasil na Olimpíada do próximo ano. No entanto, somente dois poderão competir, segundo os limites impostos pela organização da competição

Depois da estreia cheia de imprevistos de Italo Ferreira, Gabriel Medina estreou com vitória e sem sustos nos Jogos Mundiais da ISA (Associação Internacional de Surfe), no Japão, nesta quarta-feira, 11. O evento, disputado na Praia de Kisakihama, Miyazaki, é pré-requisito para os surfistas interessados em defender seus países nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

Mesmo diante de ondas pequenas, Medina venceu sua bateria com 13,50, derrotando o argentino Martín Passeri (11,13), o mexicano Jhony Corzo (9,40) e Cheyne Purcell (4,90), de Guam. Na segunda rodada, o brasileiro terá pela frente o equatoriano Israel Barona, o sul-africano Michael February e Bruce Mackie, de Barbados.

A competição conta também com os brasileiros Italo Ferreira e Filipe Toledo. Ambos estrearam na terça. O surfista teve uma série de problemas para chegar ao Japão e desembarcou em Miyazaki em cima da hora. Foi direto do aeroporto para a praia e chegou quando a sua bateria já estava no final, mas conseguiu avançar. Filipinho também venceu na estreia.

Os três surfistas têm o objetivo de representar o Brasil na Olimpíada do próximo ano. No entanto, somente dois poderão competir, segundo os limites impostos pela organização da competição de surfe em Tóquio-2020.

O ranking do Circuito Mundial da atual temporada será o principal critério para a classificação olímpica. E, no momento, Medina e Filipinho estão aptos a entrar no torneio olímpico. Filipinho, por sinal, lidera o ranking do ano. Medina é o quarto colocado. Italo ocupa a sexta posição e tenta esquentar a briga nas últimas etapas do circuito.

Related Articles