Aparecida de Goiânia

Começa Mutirão Contra a Dengue no Buriti Sereno

A fim de prevenir a proliferação de larvas do mosquito da dengue no município, a Prefeitura de Aparecida deu início na manhã desta segunda-feira (9) no Jardim Buriti Sereno a mais um Mutirão de Ação Municipal Contra o Aedes Aegypti. A força-tarefa conta com cerca de 120 profissionais, entre agentes de endemia e da Limpeza Urbana. A superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Vânia Camargo, explica que ação se estende até a próxima sexta-feira (13). “Nossas equipes realizarão visitas domiciliares, atividades educativas e também a coleta de pneus em borracharias, em praças, avenidas e terrenos baldios” – pontua.

O coordenador da Vigilância Ambiental do município, Iron Pereira, que é o responsável pela operação, revela que o balanço foi bastante positivo, tanto pela amplitude do trabalho quanto na recepção dada aos agentes. “As pessoas estão cada vez mais atentas para a importância deste trabalho de prevenção e do espírito de coletividade e também de civilidade que é cuidar do próprio quintal para evitar a proliferação deste mal”. Segundo ele foram visitados neste primeiro dia 3.721 imóveis. Deste total, um montante de 608 imóveis não puderam receber a visita dos agentes ou por estarem inabitados ou pela ausência dos proprietários e moradores. Também foram recolhidos 526 pneus “Encontramos apenas cinco imóveis com focos do mosquito da dengue dentro todos os endereços vistoriados” – completa Iron.

O Jardim Buriti Sereno foi escolhido para o início da campanha por ser o bairro com maior número de registro neste ano. Ao todo já foram 529 casos notificados em 2019.”a intenção é visitar mais de 12 mil imóveis até o final do mutirão. Para isso, também serão visitados os  bairros Buriti Sereno II, III e IV e Goiânia Park Sul. “Apesar de todas as precauções que tomamos ainda existe uma alta incidência de casos, devido ao descontrole vetorial. Por isso é muito importante que todos retirem ao menos 15 minutinhos para poder fazer essa tarefa de casa. Vistorie seu quintal, as calhas e acomode o lixo de forma adequada. Não dê chance ao mosquito” – lembra Vânia Cristina.

Durante os próximos quatro dias as equipes de saúde estarão orientando os moradores da região sobre como combater a proliferação do mosquito, que põe seus ovos em recipientes como latas e garrafas vazias, pneus, calhas, caixas d’água descobertas, vasos de plantas ou qualquer outro objeto que possa armazenar água da chuva. Durante as visitas domiciliares, os agentes também fiscalizarão os quintais em busca de possíveis criadouros do mosquito. “As caixas d’ água devem estar sempre tampadas. O melhor remédio para combater o mosquito é a prevenção. Com no máximo dez minutos por semana é possível fiscalizarmos o quintal e eliminar todo tipo de material que possa acumular água e servir de hospedeiro para as larvas” – completa Iron Pereira.

Fonte: Frederico Noleto

Related Articles