AnápolisEstado

Governo anuncia mais 800 mil m² de área para construção de indústrias na região do DAIA

A área faz parte da plataforma multimodal de Anápolis, a mais importante combinação de modais de transporte da região Centro-Oeste, que atende o tráfego de cargas para todas as regiões do País

O governador Ronaldo Caiado, o Secretário de Indústria, Comércio e Serviços de Goiás  (SIC) Wilder Morais e o presidente da Companhia de Desenvolvimento de Goiás (Codego), Pedro Sales, estiveram na Plataforma Logística Multimodal, em Anápolis, na tarde desta quarta-feira, 29, analisando um novo projeto para o melhor aproveitamento das áreas da plataforma.
Durante a visita, o governador anunciou a liberação imediata de uma área de 800 mil metros quadrados para a Codego, com objetivo de que sejam disponibilizadas para a construção de indústrias e empresas na região do Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA). Essa medida será realizada sem interferir no funcionamento da ferrovia, do aeroporto de cargas e do Porto Seco, que serão atendidos pelos mais de 4 milhões de metros restantes.
“Desde a época da nossa campanha, eu e o secretario Wilder Morais lutamos muito para que essa área não fosse leiloada. Essa é uma área estratégica que hoje estamos repassando 800 mil metros quadrados prontos para as empresas se instalarem em nosso Estado e que estamos hoje devolvendo Goiás aos goianos”, disse o Governador.
“Fizemos um estudo muito detalhado da área para que as operações da ferrovia, o DAIA, Porto Seco e o aeroporto de cargas mantenham em pleno funcionamento, e temos certeza de que essa área, que será disponibilizada para essas indústrias, vai trazer mais desenvolvimento econômico e social além da geração de empregos e melhoria na vida dos goianos” ressaltou o secretário Wilder.
Modais
A Plataforma Logística Multimodal possui cerca de 149 alqueires incluindo a área do aeroporto de carga, e compreende um projeto com grandes centrais de inteligência que combinam vários tipos de transporte, telemática e otimização de fretes de carga. O resultado é a eficiência com redução de custos e ampliação dos negócios.
A região conta com o Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA), o  Porto Seco, que  atua como terminal alfandegário destinado à armazenagem e à movimentação de mercadorias importadas e destinadas à exportação. Outra importante estrutura de apoio aos serviços partindo de Anápolis são os modais de transporte. Formam esse ecossistema por terra e aéreo o modal rodoviário, já que Anápolis está ligada às principais rodovias que cortam o Estado; o modal ferroviário, que inclui a Ferrovia Centro Atlântica, Ferrovia Transcontinental, Ferrovia Norte –Sul, e o  modal aéreo: Aeroporto de Cargas de Anápolis
 
Comunicação Setorial 
Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços – SIC
(62) 3201-5505

Related Articles