Estado

“A época das inaugurações fakes acabou”, assegura governador Ronaldo Caiado

Governador assinou atos que determinam providências imediatas para retomada das obras do Hospital Regional de Águas Lindas, anunciou a estadualização do Hospital de Formosa e entregou equipamentos de alta tecnologia para a Polícia Militar

“A época das inaugurações fakes acabou! Não vou enganar as pessoas. Não vou chegar com placas de inauguração sem que eu tenha condições de entregar à população um hospital com condições de atender, operar os pacientes. Só vamos inaugurar o que o cidadão puder, de fato, usufruir. Isso é obrigação nossa!” Essas foram compromissos reafirmados pelo governador Ronaldo Caiado na última  quinta-feira, dia 22, ao assinar, junto ao secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, a ordem de serviço para retomada das obras do Hospital Regional de Águas Lindas, paralisadas desde 2018.

A obra do Hospital de Águas Lindas é uma das mais de 400 que estavam paralisadas há anos pelos ex-governadores. Iniciada pela prefeitura no ano de 2000, permaneceu 10 anos parada por pendências jurídicas. A Secretaria de Estado da Saúde recebeu, em agosto de 2013, autorização do Ministério da Saúde para assumir a conclusão da unidade, fez licitação, contratou empreiteira e as obras foram reiniciadas, tendo sido paralisadas ano passado, com a conclusão de apenas  50% delas.

“A promotora [Tânia Bandeira] me entregou uma lista de pessoas que vieram a falecer nesses meses, em decorrência da ausência completa de uma estrutura de UTI na região. Nada é mais importante do que ter um hospital como referência para atender as pessoas”, disse Caiado.

O secretário de Saúde, Ismael Alexandrino, garantiu que até o próximo ano a unidade será entregue à população. “São mais de 130 leitos de alta e média complexidades, que vão impactar positivamente a realidade da população do Entorno do Distrito Federal e do Norte goiano”, afirmou o secretário.

O vice-governador Lincoln Tejota destacou o empenho do secretariado e da bancada goiana nas articulações, bem como a atuação de Caiado, à qual qualificou como republicana. “O governador Caiado mostra que toma decisões não de governante, mas de um verdadeiro estadista, ao fazer economia, e tomar a decisão de dar as mãos ao governador de Brasília”, comentou, referindo-se às reuniões realizadas horas antes com o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

Quando for concluído, o Hospital Regional de Águas Lindas vai beneficiar 1,2 milhão de moradores de 31 municípios, atendendo à população da Macrorregião Nordeste, que engloba, entre outras, as cidades de Santo Antônio do Descoberto, Novo Gama, Luziânia, Cristalina, Valparaíso de Goiás. Com cerca de 11,6 mil metros quadrados, a unidade terá mais de 130 leitos, sendo 30 deles de UTI adulta, pediátrica e neonatal. Atenderá em diversas especialidades médica e cirúrgicas.

O prefeito Hildo do Candango – que havia participado da reunião com Caiado, o governador do DF e outros prefeitos sobre a região do Entorno – disse já sentir os efeitos positivos do encontro. “Temos vontade de fazer tudo, mas somos limitados. E uma das questões que mais me atrapalhavam era essa obra paralisada. Mas o senhor [Caiado] me trouxe essa injeção de ânimo para batalhar ainda mais por nossa cidade”, ressaltou.

O senador Vanderlan Cardoso elogiou a articulação e o diálogo da bancada federal por Goiás e também expressou boas perspectivas para a conclusão definitiva da obra. “Com sua palavra, Caiado, é certo que agora vai terminar e vamos voltar aqui para inaugurá-la.”

Governador Ronaldo Caiado, secretário da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, e comitiva em visita às obras do Hospital de Águas Lindas.

Após a solenidade, o governador e o secretário de Saúde percorreram o hospital, em especial o Centro Cirúrgico, ainda em chão batido, sem portas nem batente, no tijolo e com fiação exposta. “Olhem o centro cirúrgico inaugurado (em abril de 2018), um desrespeito com o cidadão goiano”, lamentou.

Também estiveram presentes os secretários Wilder Morais (Indústria, Comércio e Serviços), Marcos Cabral (Desenvolvimento Social) e Valéria Torres (Comunicação); o presidente da AGR, Eurípedes Barsanulfo; o senador Vanderlan Cardoso; o deputado federal João Campos, o presidente da Câmara Municipal de Águas Lindas, Rogemberg da Silva Barbosa; representante do Ministério Público de Goiás, promotora Tânia Bandeira; secretário municipal de Saúde, Eduardo Rangel; engenheiro Júlio César; vice-prefeito Luiz Alberto Giribita e prefeitos visitantes.

Hospital de Formosa

Durante visita ao Hospital de Águas Lindas, o governador também anunciou que será feita a estadualização do Hospital de Formosa, que deverá entrar na rede estadual de saúde de Goiás. Para isso, é preciso que o legislativo de Formosa aprove o projeto de lei que passa a gestão da unidade de saúde para o Estado de Goiás.

“Estamos tratando a saúde em Goiás no sistema de regionalização. Com isso, aguardamos a decisão da Câmara de Formosa. A obra só pode ser iniciada no momento em que o hospital for transferido para o Estado”, explicou.

Ronaldo Caiado declarou que a pretensão é iniciar as obras o mais rápido possível para que sejam construídos e disponibilizados à população leitos de UTI: “Para que realmente possamos cumprir aquilo que é o nosso compromisso”.

O prefeito Gustavo Marques e o presidente da Câmara Municipal, Edmundo Nunes, se comprometeram a colocar o projeto em votação em breve. “Um projeto de Lei como esse é de uma grandeza para a cidade de Formosa. A gente espera há muitos anos e vamos realizar agora esse sonho”, exclamou Edmundo Nunes.

Equipamentos tecnológicos

Ainda na quinta-feira, dia 22, em Águas Lindas, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Segurança Pública, entregou diversos equipamentos de alta tecnologia, com o intuito de otimizar o trabalho realizado pela Polícia Militar.

Caiado durante anúncio de entrega de equipamentos de alta tecnologia à Polícia Militar, em Águas Lindas.

Ao exaltar novamente o trabalho das polícias, Caiado destacou que quer intensificar as forças de segurança no Entorno, com total interação com o Distrito Federal. “Queremos colocar a Polícia de Goiás para interagir, conquistando resultados positivos aqui também, com ação conjunta no Centro-Oeste brasileiro. Vocês devem adotar o meu slogan: ou o bandido muda de profissão, ou muda do Distrito Federal”, disse.

Acompanhado do secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, Caiado entregou ao Comandante Geral da Polícia Militar, coronel Renato Brum, e coronel José Luiz Biano, comandante do 17º CRPM, máquinas de recarga de munições com insumos, rádios de comunicação portáteis com tecnologia digital, computadores modelo tablets com estrutura reforçada para registro de ocorrências, impressoras térmicas e capacetes anti-tumulto.

A ocasião foi acompanhada também pelo vice-governador Lincoln Tejota, secretários Wilder Morais, Marcos Cabral, Ernesto Roller e Valéria Torres; deputado federal João Campos; delegado-geral da Polícia Militar, Odair José; comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Dewislon Adelino Mateus; o secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres; o superintendente Regional da Polícia Federal, Inspetor Álvaro Rezende. Fonte: Secom – Governo de Goiás

Related Articles