Estado

Ministério da Agricultura realiza auditoria de conformidade na Agrodefesa

Começa nesta segunda-feira, dia 24, e se estende até sexta-feira, dia 28, uma auditoria de conformidade do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA), a ser realizada na Agência Goiana de Defesa Agropecuária  – Agrodefesa pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa. Os trabalhos serão conduzidos pelos auditores fiscais federais agropecuários Alexander Magalhães Goulart Dornelles, André Brandão Alves e Patrícia Damian, que vão verificar informações e dados do Serviço de Inspeção Estadual da Agência, além de realizar visitas a alguns estabelecimentos integrantes do cadastro geral do SISBI-POA, por amostragem. A reunião de abertura foi realizada nesta segunda-feira, dia 24, na sede da Agrodefesa.

A auditoria tem como objetivo conferir a conformidade dos trabalhos de inspeção realizados pela Agrodefesa. Isso porque em 2014, a Agência foi habilitada pelo Ministério a desenvolver atividades equivalentes às realizadas pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF) no âmbito do Estado de Goiás, por meio do Serviço de Inspeção Estadual (SIE), o que permite às indústrias goianas comercializar produtos também para o território nacional. Agora, o Mapa confere se as atividades estão conformes, com a finalidade de manter ou não o status de equivalência da Agrodefesa com o SIF.

Na abertura dos trabalhos, o presidente José Essado ressaltou a disposição de cooperar com a equipe do Mapa em todos os pontos a serem avaliados. O coordenador dos trabalhos pelo Ministério, Alexander Dornelles, observou que a meta é verificar e identificar todos os aspectos relevantes, de modo a aprimorar os serviços, com foco no que é relevante para a sociedade. Da Agrodefesa, além do presidente, participaram a diretora Técnica e de Inspeção, Elíria Alves Teixeira; a diretora de Gestão, Planejamento e Finanças, Karla Caetano Fernandes, e toda a equipe da Gerência de Cadastro, Convênios e Inspeção, integrada pelo gerente Paulo Roberto Lucas Viana Filho e pelas fiscais Juliana Flor, Michelle Nana. Marta Ferreira, Fernanda Aquino, Flávia Ribeiro e Coraci de Paula.

Related Articles