Estado

Aprovados 263 milhões de reais para financiamento pelo FCO

A 329ª Reunião Ordinária do Conselho Consultivo e da Câmara Deliberativa do FCO foi realizada nesta quarta-feira, 22, na sede da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA), onde acontece a 74ª Exposição Agropecuária de Goiás. A reunião foi presidida pelo superintendente de Indústria e Comércio da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), César Augusto Moura, e teve aprovação de R$ 263 milhões para investimentos pelos Programas Empresarial e Rural pelos integrantes do Conselho de Desenvolvimento do Estado e o Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (CDE/FCO).

Durante o encontro, foram colocados vários assuntos para discussão, tendo 3 pontos de grande relevância. O primeiro a ser tratado foi sobre a articulação de uma Medida Provisória que visa disponibilizar 30% do recurso do FCO para investimento em infraestrutura pelos Estados. A iniciativa, liderada pelo governador Ronaldo Caiado e aprovada pelo conselho da Sudeco, tem como objetivo viabilizar financeiramente obras de manutenção de rodovias, por exemplo, que é a principal via de escoamento de Goiás. “Deixamos claro que tudo será feito de maneira transparente. Todos os projetos vão passar pela aprovação do conselho e das entidades participantes. A ideia é melhorar ao máximo o setor industrial e do agronegócio”, argumenta César Moura.

Outro ponto importante foi a definição da data da próxima reunião do CDE/FCO.  O conselho irá discutir o orçamento para o próximo ano. Além disso irão analisar novamente a programação orçamentária desse ano de 2019, uma vez que ela foi votada por ad referendum, ou seja, sem a participação do ente público.

Dos projetos aprovados, um dos que tiveram destaque foi o projeto apresentado pela indústria de embalagens Crown Holdings Inc. Ela é uma multinacional que produz embalagem metálicas para o segmento de bebidas e vai se instalar em Rio Verde. O valor da carta-consulta aprovada foi de R$150 milhões e a expectativa inicial é de geração de 150 empregos diretos.

Além desta, outras 33 cartas-consultas, que representam 33 empresas, foram aprovadas. Isso significa investimentos que ultrapassam os R$263 milhões de reais e geração de 586 empregos diretos e indiretos. A próxima reunião do CDE/FCO teve agendamento prévio para o próximo dia 12.

Related Articles