Estado

Autorizados investimentos de R$ 9,9 milhões em obras no Distrito Agroindustrial de Anápolis

Pacote de benfeitorias inclui a revitalização do Sistema de Abastecimento de Água voltado para as indústrias e para a população de mais de 45 bairros, lançamento do Pró-Água e a retomada de obras do Anel Viário

Depois de inaugurar a nova sede da 3ª Delegacia Regional de Polícia, na manhã do último sábado, dia 08, o governador Ronaldo Caiado deu continuidade à agenda em Anápolis com a vistoria de obras e o anúncio de que estão sendo investidos R$ 9,9 milhões no Distrito Agroindustrial da cidade, o Daia. Os projetos promovidos pelo Governo de Goiás, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), envolvem benfeitorias para garantir o fornecimento de água para indústrias e a população de mais de 45 bairros, e ainda obras de infraestrutura, entre elas, a retomada da construção do Anel Viário.

“Vamos dar ao Daia a condição de dignidade para que o maior centro e distrito agroindustrial do Estado de Goiás, que é referência nacional, tenha uma estrutura compatível com o que é”, enfatizou Caiado. Todos os recursos, garantiu o governador, já estão em caixa para o andamento das obras.

Na área de captação de água, o governador e o presidente da Codego, Marcos Cabral, lançaram o Pró-Água, que será realizado pela Codego em parceria com a Prefeitura de Anápolis. O projeto prevê a recuperação das bacias do Rio Caldas e do Ribeirão Extrema e a reabilitação da paisagem natural, criando zonas de proteção com o plantio de 50 mil mudas nativas do cerrado.

A criação dessas zonas de proteção permite a infiltração, a retenção e a percolação da água pluvial no solo em toda a bacia, recarregando os estoques naturais nos bolsões subterrâneos e restabelecendo o fluxo das nascentes e o ritmo das chuvas. “Com esse sentimento de recuperação poderemos, em 2020, não ter um problema tão sério de abastecimento em Anápolis”, ressaltou Caiado. Simbolicamente, o governador fez o plantio da primeira planta do Pró-Água.

Para garantir a disponibilidade de recursos hídricos, o Governo de Goiás revitalizou o Sistema de Abastecimento de Água do Daia, a partir do investimento de mais de R$ 1 milhão pela Codego, e destinou outros R$ 800 mil para a perfuração de 20 poços artesianos. “Isso que é governar: é dar tratamento correto para aquilo que é da população. É poder fazer com que [o recurso público] seja melhor aplicado a cada dia que passa”, ressaltou o governador. Ele parabenizou a equipe da Companhia pelo cuidado na realização das obras. Ainda estão sendo executados o desassoreamento e a ampliação da lagoa de captação de água bruta do parque industrial, o que aumentará em 234% o volume de água na captação.

Outra ação implementada no Daia é a revitalização da Casa de Máquinas, responsável por bombear a água da lagoa de captação para a Estação de Tratamento de Água (ETA), garantindo o pleno funcionamento da estrutura. Segundo o presidente da Codego, Marcos Cabral, as medidas beneficiam amplamente a cidade de Anápolis, já que disponibiliza os recursos hídricos tanto para indústrias e empresas do Distrito quanto para os moradores de mais de 45 bairros da região.

Anel Viário

O governador Ronaldo Caiado também vistoriou as obras do Anel Viário, que foram retomadas neste sábado pelo Governo de Goiás, após acordo firmado com o Ministério Público Estadual. A construção foi paralisada na gestão passada, após operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e do Centro de Inteligência Ministério Público detectar várias irregularidades em dois contratos firmados por ex-gestores, que somavam mais de R$ 15 milhões, e sobre os quais há suspeita de pagamento de cerca de R$ 4 milhões por obras que não foram executadas.

Há ainda problemas estruturais em pontos já executados da via, como no trecho que passa pelo Ribeirão Extrema, onde uma erosão avança sobre a pista e assoreia o leito do rio. “Isso é um crime ambiental”, salientou Caiado, durante vistoria ao local. “Essa obra está 100% condenada e foram gastos R$ 15 milhões da população de Goiás, dinheiro desviado por corrupção”, indignou-se.

O novo contrato, já licitado, para a conclusão das obras do Anel Viário é de R$ 5,5 milhões. “Temos que fazer com que os recursos sejam melhor aplicados e recuperar o tempo perdido”, pontuou.

O presidente Marcos Cabral assegurou que a Codego tem seguido a determinação do governador Ronaldo Caiado e ressaltou que os projetos estão sendo tocados de maneira diferente, no sentido de recuperar o bem público.  “Vamos fazer de tudo para a Codego ser um órgão brilhante que o governo tem, que vai produzir resultado para a nossa população”, garantiu.

O Anel Viário tem sete quilômetros de extensão entre a BR-153, a GO-330 e o Daia, e sua construção irá otimizar o tráfego local e o escoamento da produção, potencializando o desenvolvimento da região.

Outra frente de trabalho em execução no Daia e vistoriada por Caiado neste sábado é o recapeamento com microrrevestimento asfáltico promovida em conjunto com a operação tapa-buraco. Mais de 33 vias estão recebedo as ações, totalizando 18 mil metros quadrados de serviços e atendendo uma demanda antiga dos empresários. “Têm algumas áreas que não poderemos mais aproveitar, porque estão totalmente comprometidas e teremos que fazer todo processo de reforma e aplicar 100% a massa asfáltica. Vocês estão vendo que recebemos o Estado bem debilitado, mas vamos reconstruir Goiás”, finalizou Caiado.

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves, acompanhou todo roteiro feito pelo governador e ressaltou a parceria que tem com o Governo de Goiás. Disse que as ações estão sendo feitas em conjunto. “Não vamos conseguir recuperar 30 anos de falta de investimento em um, dois ou três anos. Mas o importante é que tudo está caminhando para que a gente tenha uma solução”, afirmou.

Acompanharam o governador os secretários de Estado Adriano Baldy (Cultura) e Marcos Silva (Comunicação); o deputado estadual Amilton Filho; o comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Esmeraldino Lemos; o prefeito de Leopoldo de Bulhões, João Alecio Mendes; o assessor especial da Governadoria Luís Rates; o vice-prefeito de Anápolis, Márcio Cândido; o vice-presidente da Codego, Nailton de Oliveira; os diretores da Codego Carlos Toledo (Administrativo), Márcio Naves (Técnico); o diretor financeiro da Saneago, Paulo Battiston; o diretor de recursos hídricos de Anápolis e coordenador do projeto Pró-Água, Antônio Zayek; o gerente do Daia, Frederico Godoy; o representante do senador Luiz do Carmo, Fabrício Valeriano; os comandantes coronel Paulo Roberto de Oliveira (3º CRPM) e tenente-coronel Ricardo Silveira Duarte (3º BBM). Fonte: Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás / Fotos: Lucas Diener

Related Articles