Goiânia

Reunião discute continuidade de ações do programa “Em frente Brasil”

Contrato foi renovado e a partir de agora terá ações focadas no desenvolvimento humano em bairros diagnosticados com maiores índices de violência e criminalidade

Encontro realizado no salão nobre do Paço, nesta quarta-feira (22/1), fez um balanço e discutiu ações para elaborar uma segunda fase do Programa “Em Frente Brasil” na Capital. A reunião de trabalho contou com a presença do diretor de políticas públicas do Governo Federal, Marcelo Moreno, que apresentou os objetivos e alguns resultados do programa que atua para a redução da criminalidade em cinco cidades brasileiras.

Lançado em agosto de 2019, como projeto-piloto, a iniciativa foi implantada em um município de cada região do Brasil. No Norte, em Ananindeua (PA), no Nordeste, em Paulista (PE), no Sudeste, em Cariacica (ES), no Sul, em São José dos Pinhais (PR) e no Centro-Oeste, em Goiânia (GO).

A iniciativa trouxe um conjunto de ações de combate e de prevenção à violência. A proposta alia medidas de segurança pública a ações sociais e econômicas na tentativa de promover a transformação das regiões, por meio da cooperação e da integração entre as três esferas de governo. Os números iniciais já apontam uma queda geral nas cidades, de 37,4% no número de homicídios nos cinco municípios em comparação com 2018.

Agora, o programa terá uma espécie de atuação integral. “Fizemos o projeto de baixo para cima, com a participação de todos para identificar os problemas e a realidade socioeconômica de cada município. Inicialmente tivemos um trabalho de choque e agora será de transformação. Já sabemos que é preciso interromper a trajetória das pessoas que se envolvem no mundo da criminalidade e que o foco deveria ser a primeira infância. O acesso à educação, trabalho e oportunidades faze a diferença na vida das pessoas, principalmente na faixa etária entre 20 e 25 anos”, comenta.

O secretário de Planejamento e Habitação (Seplanh), Henrique Alves, afirmou que em pouco tempo o programa resultou na diminuição em 14% nos índices de criminalidade e violência nas regiões Oeste e Noroeste de Goiânia. “Iremos nos reunir para intensificar o programa que foi renovado por mais seis meses. Já fizemos um diagnóstico nos bairros e agora teremos um plano de segurança local para que não se resuma apenas no policiamento ostensivo por parte da Força Nacional, mas sim em investimentos no desenvolvimento humano das pessoas com programas sociais e campanhas de conscientização além de ações na área de saúde e educação”, destacou.

O prefeito Iris Rezende fez questão de participar do encontro mesmo com uma intensa agenda de vistoria de obras e intervenções na cidade devido às fortes chuvas que cairam na noite de terça e madrugada desta quarta. “Vim agradecer ao Governo Federal pela escolha de Goiânia e tantos benefícios oferecidos pela união das forças em todas as esferas para combater a violência e criminalidade”, ressaltou. Fonte: Luciano Joka, da Diretoria de Jornalismo / Fotos: Paulo José

Related Articles