Estado

Alunos premiados em Torneio de Física são recebidos no Palácio das Esmeraldas

Governador propôs que compartilhem experiência com alunos da rede estadual

O governador Ronaldo Caiado propôs uma parceria a dez alunos bicampeões do Torneio Nacional de Física para que a turma compartilhe a experiência com os estudantes da rede estadual. Caiado sugeriu que os jovens, de 16 e 17 anos, façam parte de uma iniciativa social do Governo de Goiás e ministrem aulas de Matemática e Física em escolas públicas das regiões mais pobres de Goiás, como o Nordeste e o Entorno do Distrito Federal, por exemplo.

“Sabemos que a evasão escolar é muito grande nessas regiões, e acredito que esta será uma forma de incentivar esses jovens a permanecerem na escola, a sonhar mais alto”, frisou o governador.

No último dia 12, o governador havia encontrado os estudantes no Aeroporto de Goiânia. Eles chegavam de viagem, após a premiação, e foram convidados para uma visita ao Palácio das Esmeraldas. Caiado recebeu, na manhã desta segunda-feira, dia 1º, os dez estudantes do Ensino Médio de um colégio particular de Goiânia, bicampeões que, neste ano, concorreram com mais de 100 grupos de alunos de todo o País. A edição de 2019 foi realizada no mês passado, em São Paulo. Agora, a equipe se prepara para a etapa internacional da competição de Física, na Polônia.

“Eles são referência, não só para Goiás, mas para o Brasil, primeiro lugar em Física em 2018 e 2019. Esses jovens vão me ajudar, a partir de agora, a identificar os talentos no Estado de Goiás e vão me ajudar na grade curricular de Matemática e Física que será levada para o interior do Estado para motivar as crianças e jovens a estudar”, frisou. Os alunos se comprometeram a elaborar um programa de caça-talentos para ser implantado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

O jovem Vinícius Alcântara, 17 anos, acredita que por meio da parceria com o Governo do Estado será possível encontrar muitos talentos nas escolas públicas para que “eles tenham suas potencialidades exploradas”. Isadora Oliveira, 16, avaliou que o encontro foi produtivo e será proveitoso para o futuro de Goiás e do Brasil. “Vamos colaborar com a elaboração de uma grade curricular mais atraente para desmistificar que matemática e física são matérias difíceis”, pontuou.

 

Torneio estudantil

O IYPT Brasil é a versão nacional do tradicional Torneio Internacional de Jovens Físicos (International Young Phisicists’ Tournament), um dos mais importantes eventos científicos do planeta, que consiste na solução de problemas propostos pela banca examinadora.

Related Articles